15 de junho de 2018

Musicoterapia BH - Quem vem pegar um foguinho hoje?

*Algumas famílias que moram fora da cidade e visitam o espaço Musicoterapia BH, dentro do que é possível para a agenda da criança e da família.



Confesso que não achava que essa condição poderia ser muito interessante...
Mas acredite: este trabalho pode, sim, gerar ganhos
para todos os envolvidos:

CRIANÇA!

FAMÍLIA!

MUSICOTERAPEUTA!

DEMAIS TERAPEUTAS, MÉDICOS E PROFESSORES! 

A musicoterapia é uma formação de nível superior e apresenta uma validade e um reconhecimento crescente nos quadros em que a comunicação verbal se encontra alterada. Essa abordagem poderá estimular e ampliar as habilidades lúdicas da criança através de vivências musicais devidamente conduzidas. Esse estímulo favorece e potencializa o desenvolvimento de competências nos domínios motor, cognitivo, social, afetivo, emocional, linguístico, comunicacional, entre outros (ILARI, 2003). 

As experiências lúdicas e sensório-motoras permitem que criança compreenda o mundo ao seu redor, e a música amplia o universo infantil, trazendo mais uma possibilidade de experimentação criativa, de aprendizado e de desenvolvimento (ILARI, 2003). A natureza multifocal dos estímulos musicais vem sendo comprovada pelos estudos acima citados e conquista a comprovação de seus efeitos positivos, como recurso para promover o desenvolvimento global da criança.

ILARI, B.S. A música e o cérebro: Algumas implicações do neurodesenvolvimento para a educação musical. Revista da ABEM, Porto Alegre, v.9, p.3-14, 2003.

 Hoje vamos falar das crianças que não podem participar de atendimentos semanais do #musicaparacrescerbh. 

 A participação semanal é a frequência usual em todos os processos terapêuticos, mas, quando isso não é possível, podemos adaptar. Assim, os atendimentos acontecem de acordo com a realidade do paciente e da família. Mesmo assim, podem ser alcançados muitos ganhos! Hoje podemos nos comunicar por vídeos e fazer orientações e supervisão via Skype, lado mais que bom da tecnologia!!! Então, segue a linda história de amor: #musicoterapiabh e Léo!
#peripeciassonoras do Léo
Primeira sessão: avaliação e orientação dos pais -
23 de julho de 2017

Léo chegou para a musicoterapia encaminhado pelo neuropediatra. Ele sabe que esse 
atendimento pode gerar bons frutos. Ele também é antenado: percebeu 
que o menino era movido a música! Foram traçados
objetivos, e os pais autorizaram a filmagem, que seria enviada para a família 
pelo canal #musicoterapiabh, no YouTube, e disponibilizada para demais terapeutas e escola.


30 de agosto de 2017

A sessão gira em trono do interesse da criança!
Perceber as partes do corpo — e principalmente a mão — favorece a 
atenção viso-motora.

25 de novembro de 2017

A mãe, o pai e a fonoaudióloga do Léo participaram do workshop PRESENCIAL 
no espaço Musicoterapia BH. Assim, a música vai fazer parte de forma consistente
na rotina da criança! 
Workshop Imagem, Música e Ação.
Saiba como participar AQUI 


17 de fevereiro de 2018

Números! Atenção! 
Vamos trabalhar tudo isso de forma concreta e estimulando a propriocepção. 

                                                                                                         15 de abril de 2018


Em praticamente todas as sessões, além de ter acesso às filmagens, a 
família também entra e participa do final da sessão! 
Assim, voltam para casa com mais uma forma de estimular, brincar e curtir a sua criança!
Este clipe virou presente do #musicoterapiabh para as mamães em maio de 2018.
A brincadeira de nossa autoria é sucesso garantido com todos!!!
Pode apostar!!! Experimente!

                                               12 de junho de 2018

                   Esta sessão está em quatro blocos, para registrar o avanço desse menino!!!!
                                  Parte 1 - Relembrando atividades que já faziam
                                  parte do repertório da sessão da criança e que 
                                 os pais aprenderam e realizaram:


                    Parte 2 - Explorando as sonoridades e as vocalizações:

Explorando as habilidades de imitação e de planejamento motor, e um momento LÚDICO para a terapeuta, pois a fofurice dessa criança é IRRESISTÍVELLLLLLLLLLLL!
 Então a gente não aguente e abraça! Beija! Faz carinho! 
Ainda bem que eu sou terapeuta no BRASILLLLL!

                       
                        Parte 3 - Boca de "O" tem que ser bem feita!
-----Uma boca de "O" bem linda faz a maior diferença! As vogais estão aos montes em todas as palavras, então vamos cantar e prestar bastante atenção na forma como usamos a boca! Usamos o piano o "espelho-partitura", um espelho colocado bem em frente da criança, para ela observar. O recurso está descrito no capítulo Musicoterapia e Paralisia Cerebral, em TIBÚRCIO, Simone P. Musicoterapia e paralisia cerebral. In: FONSECA, Luiz F,;LIMA, Cesar L.A.(Org.). Paralisia cerebral, neuroligia, ortopedia e reabilitação. 2ª Edição. MedBook.2008.Pag. 569)

Foi utilizado apoio visual com o material MultiGestos.

                                            Espelho-partitura

 Parte 4 - Olha como o Léo CRESCEU!!!! Que menino FORTE!!!!


Toda criança precisa ser apreciada! 
Quem se lembra da pirâmide de Maslow, o autor que escreveu sobre as necessidades humanas básicas? 
Pode acreditar: SER APRECIADO é uma necessidade BÁSICA! 
Saiba ainda o mais importante: ter essa necessidade atendida é um santo remédio!!! 

Estamos praticamente completando um ano de processo!
Foram encontros esporádicos, mas as trocas com  a família (irmãzona TOP - mamãe chata TOP - papai que toca em casa TOP - vovô neuro TOP) , com os demais profissionais da saúde (TODOS TOP TOP TOP), com a escola e natação (TOP TOP TOP) geraram ótimos frutos!!!
Aqui uma atividade baseada na Neurologic Music Therapy - DSLM, para trabalhar Eixo Semântico e Pragmático, diminuindo o tempo de resposta, aumentando a atenção e evocando respostas com perguntas indiretas: 

Todos os avanços alcançados devem-se a uma somatória de fatores: potencial genético favorável, estrutura familiar e social, nutrição, estimulação global... mas, quando avançamos, também ganhamos novos desafios...

Quem percebeu que o menino esteve sempre querendo saber o que
 vinha depois, durante essa última sessão?  O avanço na
cognição traz sempre novos e lindos desafios!
Está na hora de trabalhar a PRESENÇA! Estar tranquilo e focado desfrutando do aqui e agora!
Vamos orientar a mamãe! Ansiedade é bichinho que rói e rói!

Mas por que o post recebeu o nome

Quem vem pegar um foguinho hoje?

Porque, ao enviar este último vídeo de sessão, a mamãe do Léo nos passou este feedback positivo: 



Este "foguinho" vai e vem e recarrega a nossa pilha!
Nos dá a certeza de que estamos sempre 
no lugar certo e com as pessoas certas!!!

Nosso sentimento é o da GRATIDÃO, por podermos fazer o que amamos da melhor forma possível!
Musicoterapia BH: 30 anos de atuação
na área da neuroreabilitação através da música.




Mt. Simone Presotti Tibúrcio
 Psicóloga – CRP 04/ 8052
 Musicoterapeuta – CBO 2263-05
Musicista – OMB 14.810
Felloship Neurologic Music Therapy
   (R. F. Unkefer/Colorado)

Saiba mais:



ARTIGO:







Artigos relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

Posts Populares

Tecnologia do Blogger.